Elementais da Água

[Elementais da Água][bleft]

Elementais da Terra

[Elementais da Terra][twocolumns]

Dragões


  É importante, primeiramente, entendermos o que é de fato um dragão. Um dragão foi um ser mitológico que reinou em muitas culturas, como a japonesa, chinesa, céltica, nórdica e outras (as citações são embasadas nos grupos de culturas que abordamos especificamente no blog), esse "reinado" se deve à imponência desses seres em relação a humanidade.

Os dragões eram descritos como seres fantásticos, de tremenda fúria e poder, eram descritos fisicamente com olhos de pupilas verticais, muitos deles ora com asas, ora sem asas, representando as vezes elementos diferentes e determinado esse fato, suas características físicas eram embasadas neste aspecto (ex: dragões da água, possuem escamas de peixes que são mais leves e mais finas do que a de um dragão comum, o rosto muitas vezes lembra o de uma serpente marítima, suas patas são como nadadeiras apesar das grandes unhas afiadas e etc.).

   Os dragões são seres que representam dentro da bruxaria o elemento fogo, apesar de suas características voltadas a um determinado elemento – mesmo que ele represente o elemento água, ainda assim é um elemental do fogo, representando o elemento fogo. Mas, é importante entender com clareza que seus aspectos não dependem exclusivamente das lendas, contos, mitos e história humana num todo, isso porque cada pessoa o vê de e o entende de sua própria forma, isso é o que chamamos por prática dentro do contexto da bruxaria, cada um de nós entende e faz de uma forma essa prática da magia e contato com seres diversos, por isso, cada um vê aquilo com que trabalha de uma forma específica e própria. 

É necessário ressaltar que esse tema é bastante discutido dentro da bruxaria por dois motivos, são eles: "Dragões são elementais do fogo" e "Dragões não são elementais do fogo", mas como ressaltei anteriormente cabe a cada um julgar embasado em suas práticas individuais e contato com estes seres.



  Muitos que trabalham com Magia Draconiana dizem que dragões são difíceis de se conectar conosco, conta-se que muito antigamente estes seres eram nossos guardiões e que eles nos protegeram de sermos uma espécie extinta porque tiveram fé em nós, muito embora nós como egoístas nos afastamos cada vez mais da energia draconiana e nos distanciamos desses seres, que para os dragões mostra não somente a falta de interesse da raça humana para com dragões, mas também mostra que somos como traidores de sua fé. 

É claro que isso não tirou a fé deles em nós, mas fez com que eles se afastassem por completo até que uma pessoa os procure e se conecte. Por isso dizem que a magia draconiana é dificultosa, não se pode trabalhar com dragões facilmente e exige um trabalho árduo e testes, o que passa a ser uma "prova de fogo" para muitos. Essa dificuldade se deve pela confiança de um dragão em sua prática e em sua vivência, é preciso mostrar a eles a sua verdadeira intenção e interesse em se conectar, é dessa forma que se ganha a confiança de um dragão. 

Eles são são dóceis como um animal de estimação, eles são seres livres, tomados de responsabilidade e ética, por isso, é necessária imensa seriedade ao lidar com esses seres, é um bom começo entender que eles são sábios, leais e podem ser rudes se você brincar de magia.

    Para entrar em contato com um dragão basta procurá-los e isso é feito da forma mais básica possível, podemos chamar a atenção e energia de um dragão quando reverenciamos e admiramos estes, uma casa onde somos bem vindos é sempre uma morada/lar, portanto, é preciso estar aberto a essa energia e ser receptivo para que tenha deles lealdade. Dragões são muito fiéis e são guardiões honráveis. É possível se conectar a Deusa primordial dos dragões, Tiamat, para então chegar a eles ou ir diretamente aos dragões. 

"[...] Quando os dragões encontraram o ser humano pela primeira vez, ainda nos primórdios da espécie humana, em sua sabedoria, eles decidiram cuidar da criança que nascia, essa nova espécie, a fim de ajudá-la a se desenvolver. Mas os seres humanos se mostraram tão cruéis uns com os outros que os dragões começaram a achar que não valia a pena cuidar da humanidade e por isso foram se retirando mais e mais para seu próprio plano, até não serem mais avistados neste mundo. [...] Dotados de pouquíssima paciência quando se trata de pessoas indisciplinadas, preguiçosas, hipócritas e falsas , e tendem a demonstrar seu desagrado de maneiras bastante evidentes"


Ao contrário do que hoje é induzido, os dragões não são seres das trevas, não são entidade maléficas que querem prejudicar. Dentro da bruxaria os dragões e qualquer outro elemental ou divindade é sempre respeitado e honrado, pois é destes que vem a grande sabedoria de uma bruxa, é preciso se conectar com seres superiores para obter os mistérios. 

É claro que não é uma "relação" de interesse, mas é uma relação de compartilhamento de sabedoria e experiência, por isso é motivo de honra. É preciso um professor para que possamos aprender, estes seres são nossos guias em outros planos. 

A imagem do dragão foi denegrida e ao mesmo tempo em época diferente eram cultuados. Atualmente a imagem destes seres foi denegrida, o dragão passou a ser um "monstro" ou um ser das trevas que aparece para causar danos, desvirtuar e desfrutar da humanidade fazendo maldades. Essa imagem é reconhecida por pessoas leigas, que visam o conhecimento superficial, por esse motivo é importante conhecer e ter experiências.

http://misteriosdosdeuses.blogspot.com.br/
Poste Um Comentário
  • Blogger Comente usando Blogger
  • Facebook Comente usando Facebook
  • Disqus Comente usando Disqus

Nenhum comentário :


Oráculos

[Oráculos][threecolumns]

Cristais

[Cristais][grids]

Elementais

[Elementais][list]

Animais de Poder

[Animais de Poder][bsummary]