Elementais da Água

[Elementais da Água][bleft]

Elementais da Terra

[Elementais da Terra][twocolumns]

Elfos da Floresta


Os elfos da floresta foram a mais numerosa sub-raça élfica de Faerûn, um povo jovem e reservado que defende com força, às antigas florestas natais dos elfos. Herdeiros da segunda geração de nações élficas, os elfos da floresta veem seus reinos como uma herança natural de reinos como Cormanthor e Eaerlann. Onde os antigos reinos cresceram através da força e orgulho, os elfos da floretas tem a esperança de crescer com humildade e compaixão. Os elfos da floresta não enxergam seus reinos como um reino aparte de Faerûn, e compreendem melhor que seus semelhantes, que para bem ou para mal,  possuem um destinos entrelaçado com o destino dos humanos, anões, halflings e gnomos que os rodeiam.

Também conhecidos como elfos de cobre ou elfos silvestres, estes elfos tem a pele em um tom de cobre e alguns com suaves tons de verde, seus olhos variam do castanho, avelã, verdes ou a mistura destes. Seus cabelos normalmente são castanhos ou negros, mas alguns raros indivíduos possuem cabelos loiros ou vermelho cobre. Os elfos da floresta preferem se vestir com roupas simples, similares aos elfos da lua porem com menos cores.

Preferem vestidos ou túnicas bordados de maneira natural, apreciam de uma maneira particular os trajes e armaduras feitas com couro, e frequentemente usam armaduras desse tipo, e normalmente são perfeitamente trabalhadas; alguns elfos preferem estas armaduras em lugar de roupas para dias comuns. Suas roupas tanto quanto suas armaduras, são feitas em tons que se assemelham a vegetação e terra de seus lares, oque faz com que tenham uma boa camuflagem em meio a natureza. São uma raça modesta e míseras vezes realçam sua aparência portando joias ou acessórios similares. Os elfos da floresta são altos como os outros elfos de Faerûn porem pesam pouco menos que um humano devido seus corpos robustos e desenhados.

  Perspectiva: Os elfos da floresta são tranquilos, serenos e difíceis de se surpreender. Com sua lendária paciência esse povo élfico se tornou uno com a natureza e hoje em dia não se sentem bem em ambientes grosseiramente urbanos. Diferente até mesmo de seus parentes, os elfos da floresta perderam o desejo de construir e substituir a natureza por muros e palácios élficos, e na visão deles até mesmo as grandes cidades élficas parecem uma loucura. Acreditam que os edifícios de pedra são por natureza temporários, e que com o passar dos anos, as florestas sempre voltam a cobrir até mesmo as maiores cidades. Outras raças interpretam essa atitude como fatalismo ou condescendência, e como resultado, os elfos da floresta tem dificuldade de compreender a qualquer individuo que não pertença a sua sub-raça.

  Elfos da floresta como personagens: De todas as sub-raças élficas, os elfos de cobre são oque tem menos fascínio pela magia arcana. Compreendem seu grandioso poder e certos membros dessa sub-raça se dedicam a estar a arte, mas no final das contas, eles veem o conhecimento arcano, como uma maneira de expressar a  predominância sobre a ordem natural das coisas. Os elfos de cobre são excelentes guerreiros, rangers e ladinos, sempre confiando em sua força e rapidez natural para enfrentar aos perigos. Os elfos de cobre de regiões particularmente remotas as vezes seguem a vida como bárbaros. Os clérigos e conjuradores arcanos são raros entre esse povo, mas os druidas são tão comuns quanto qualquer outra classe e são os conjurados mais comuns dentre esta raça.

  Sociedade dos elfos da floresta:  Os elfos da floresta vivem de maneira simples e natural, utilizando oque ocorre de maneira natural no mundo para se proteger e defender. Não são nômades e nem reclamam grandes territórios dentro das profundas florestas de Faerûn. Alguns elfos da floresta optam por viver sem casas, mobília ou qualquer posse que não consigam carregar com sigo, preferindo viver nas copas das arvores bem altas ou em cavernas naturais. A maioria dos elfos da floresta prefere viver em pequenas comunidades com suas casas feitas em pedras naturais graciosamente esculpidas e cuidadosamente camufladas com a natureza que os rodeia a ponto de fazer alguns caçadores humanos passarem próximos a seus lares sem desconfiar de sua existência.
 Os elfos da floresta aderiram uma tradição onde a liderança de seus vilarejos é escolhida pelos druidas sábios e anciões,  devido a isso a maioria de seus povoados formam conselhos de anciões druidas selecionados dentre os mais sábios e experientes anciãos de cada família para tratar de assuntos diários.
 A hierarquia druídica, serve para unir os elfos de diferentes povoados e juntar todos eles em um único reino. Os druidas não dizem aos anciãos como governar seu povo, mas os anciões geralmente tem grande consideração com qualquer coisa dita por um druida.

 Os elfos da floresta se sobressaem na caça. Passam muito tempo espreitando seus territórios em busca de alimento ou intrusos em seu reino. Passam o resto do tempo se divertindo em meio a natureza, nesse aspecto são semelhantes a seus parentes lunares e selvagens. Com o fim do Exilio, os elfos da floresta tem voltado rapidamente a entrar em contato com o mundo civilizado, embora mostrem receio a permitir a entrada de outros em suas terras. Os elfos da floresta compreendem que os tempos estão em mudança, e que se quiserem sobreviver como um povo, pode ser essa a hora em que devem mudar também.

  Divindade dos elfos da floresta: Os elfos da floresta adoram ao Panteão élfico, porem mantem uma adoração e respeito especial pelos antigos poderes da floresta de Faerûn (Silvanus e Mielliki). Entre o Panteão élfico, os elfos da floresta tem uma devoção especial por solonor thelandira e rillifane rallathil. Solonor como uma divindade da arquearia e caça, é considerado a divindade principal dos elfos da florestam, e frequentemente antes das batalhas preses são feitas em seu nome.

 Relação com outras raças:  Nos 500 anos passados desde a queda de Ierlann, os elfos da floresta tem sido esquecidos pela maioria dos habitantes de Faerûn. Somente os humanos e anões nativos do norte que estão familiarizados com as fronteiras da floresta alta avistam os elfos de cobre, e somente os encontram como caçadores solitários. Embora os elfos da floresta se protejam nas profundezas das imponentes florestas, onde seus reinos são inacessíveis para seus vizinhos, ironicamente, eles são a sub-raça mais compassiva e compreensiva dos elfos. Assim como os lunares, aceitam o poder da humanidade e buscam viver junto com seus vizinhos humanos e guia-los em sua expansão ao invés de achar uma maneira de intimida-los.
 Os elfos da floresta possuem uma longa historia de cooperação com os anões do escudo, cujo o reino de Ammarindar se levantou ao lado de seus próprio reino de Ierlann durante muitos séculos no vale do rio delimbiyr. Por extensão tem uma boa relação com o resto dos anões, os gnomos e halflings são considerados tanto amigos quanto aliados em potencial. Por outro lado, no coração dos elfos da floresta existem um lugar frio reservado para os Gnolls e orcs, que trazem machados, fogo e destruição a floresta que os elfos juraram proteger.

http://avelhatorre.blogspot.com
Poste Um Comentário
  • Blogger Comente usando Blogger
  • Facebook Comente usando Facebook
  • Disqus Comente usando Disqus

Nenhum comentário :


Oráculos

[Oráculos][threecolumns]

Cristais

[Cristais][grids]

Elementais

[Elementais][list]

Animais de Poder

[Animais de Poder][bsummary]